William Mendonça
POESIA, PROSA, MÚSICA E TEATRO
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Prêmios Livro de Visitas Contato Links
Textos
ÍNTIMA CANÇÃO
 
Sonhos de cantador domam a viola
e fazem do universo canção aberta
de rima fácil, música que, incerta,
vagueia por estrelas, canta e sola.
 
Se há caminhos que o tempo desenrola
como estranho novelo, o que desperta
a alma é o destino, breve adeus que flerta
com o início - riqueza feita esmola.
 
Sonhos de cantador tomam a mão
do futuro - flutua a melodia
mais rubra, como a chama da paixão.
 
Se há destinos que o tempo modifica,
tal canções que desfazem a harmonia,
a alma é caminho - vaga luz que fica.


(Parte do livro "14 versos", de William Mendonça, disponível para download gratuito.)
William Mendonça
Enviado por William Mendonça em 07/08/2011
Alterado em 20/05/2021
Comentários