William Mendonça
POESIA, PROSA, MÚSICA E TEATRO
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos

POEMA
 
Quero fazer um poema carnal
sangue e máculas
suor e víceras
cio e gozo
 
Um poema de pele arrepiada
noites de insônia
medo de pensar ...
 
Um poema sem regras
escrachado
desnorteado
buscando o outro
numa paixão irreal
 
Calor de lábios
em um poema-vida
um poema-ventre
um poema perdido em noite de chuva
prostituido da razão
animalescamente belo
(e sujo)
 
Anitestético
mas ainda assim
belo ...
 
Um poema com teu andar sinuoso
com um toque ingênuo
de puro cinismo
com palavras íntimas
e xingamentos indiscutíveis
 
- Escândalo!
 
Quero fazer um poema
comentado nos becos
e sussurrado nos olhos
dos que nada precisam dizer


(1988)
 
William Mendonça
Enviado por William Mendonça em 07/01/2012
Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários