William Mendonça
POESIA, PROSA, MÚSICA E TEATRO
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos

PEQUENO

Queria que Deus me iluminasse
como fez com Leonardo
que era mais gênio que louco,
mas tinha a inocência
de uma infância que não termina;

ou então, que Deus me desse
as palavras como a Fernando,
que era mais múltiplo que Pessoa,
mas tinha as várias faces
da verdade em cada rosto que mostrava;

queria, sim, que Ele me fizesse
grande como o teatro de Shakespeare,
que era mais que um simples William,
e tinha o dom do menestrel
para contar histórias;

enfim, que Deus me gerasse
vertendo música como um Bethoven,
que era sinfônico e difícil
como a própria vida, e tinha a harmonia
que prescinde os ouvidos da carne.

Percebi, então, que é a inveja que me fez
pequeno.

- Dominá-la é meu desafio ...


(Direitos reservados.)
William Mendonça
Enviado por William Mendonça em 05/10/2011
Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários